O PROCESSO DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE PARA ALÉM DO HEGEMÔNICO NA PRÁTICA DOCENTE

  • Rosane Teresinha Fontana UNIVERSIDADE REGIONAL INTEGRADA DO ALTO URUGUAI E DAS MISSÕES, CAMPUS SANTO ÂNGELO/RS

Resumo

Trata-se de uma revisão narrativa que teve como objetivo propor uma reflexão, aos professores, sobre sua atividade docente no escopo da Educação em Saúde, considerando as lacunas existentes nos processos de formação continuada sobre a temática, numa perspectiva contemporânea. A legislação orienta sobre a inserção da educação em saúde nos processos de ensino e aprendizagem brasileiros, com o desígnio de estimular o conhecimento e a prática da saúde básica, a ser abordada em todas as áreas do conhecimento. Estimular o aluno a ser protagonista na promoção da sua saúde e, desenvolver atividades por meio da interdisciplinaridade e/ou da transdiciplinariedade são mecanismos que podem agregar valor ao processo, na medida em que dialoga, co-responsabiliza, com potencial para operar sobre os determinantes sociais de saúde e transformar.

Biografia do Autor

Rosane Teresinha Fontana, UNIVERSIDADE REGIONAL INTEGRADA DO ALTO URUGUAI E DAS MISSÕES, CAMPUS SANTO ÂNGELO/RS

Doutora em enfermagem. Docente dos cursos de Graduação e Pós-Graduação e do Mestrado em Ensino Científico e Tecnológico na Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões.

Publicado
2018-09-19
Como Citar
FontanaR. (2018). O PROCESSO DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE PARA ALÉM DO HEGEMÔNICO NA PRÁTICA DOCENTE. Revista Contexto & Educação, 33(106), 84-98. https://doi.org/10.21527/2179-1309.2018.106.84-98
Seção
Dossiê: Pensamento Complexo e Transdisciplinar: desafios educacionais