Juventudes Rurais: projetos de emancipação social

  • Joel Orlando Bevilaqua Marin Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Palavras-chave: Juventude rural, migrações rurais, desenvolvimento regional, desenvolvimento territorial.

Resumo

Este artigo analisa diferenciados projetos de jovens rurais para a construção de seus processos de emancipação social. O estudo de caso foi realizado em municípios do Território da Região Central do Rio Grande do Sul, com produção de dados qualitativos e quantitativos. Os jovens rurais vivenciam distintas problemáticas e constroem diferenciados projetos de emancipação social, que passam pela vinculação nas instituições escolares, incorporação no trabalho assalariado e reprodução social na agricultura familiar. A precariedade material e a desvalorização das condições de vida e trabalho na agricultura limitam a permanência de jovens no meio rural e a construção social de sucessores na agricultura familiar.

Palavras-chave: Juventude rural, migrações rurais, desenvolvimento regional, desenvolvimento territorial.

Biografia do Autor

Joel Orlando Bevilaqua Marin, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

Doutor em Sociologia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp). Professor do Programa de Pós-Graduação em Extensão Rural da UFSM e do Programa de Pós-Graduaçao em Agronegócio da Universidade Federal de Goiás.

Publicado
2020-07-24
Como Citar
MarinJ. O. (2020). Juventudes Rurais: projetos de emancipação social. Desenvolvimento Em Questão, 18(52), 33-54. https://doi.org/10.21527/2237-6453.2020.52.33-54