A Influência do Marketing Verde no Consumo Sustentável: uma survey no Rio Grande do Norte

  • Eliana Andréa Severo Centro Universitário UniFBV
  • Ádina Swanne Francelino Barbosa Universidade Potigaur (UNP)
  • Suzyanne Maria Mota Universidade Potigaur (UNP)
  • Marcelo de Brito Oliveira Universidade Potigaur (UNP)
Palavras-chave: Marketing verde. Consumo sustentável. Consumidores.

Resumo

A problemática ambiental impacta o meio ambiente, e torna-se um fator primordial na decisão de compra dos consumidores. O objetivo desse estudo consiste em analisar a influência do marketing verde no consumo sustentável perante a percepção 820 consumidores do Rio Grande do Norte (RN). A metodologia utilizada foi uma pesquisa quantitativa e descritiva, por meio análise fatorial confirmatória e regressão linear múltipla. Os resultados evidenciam que o marketing verde apresenta uma intensidade moderada e influencia em 43,7% o consumo sustentável no RN. Estes achados denotam que o marketing verde contribui para comportamentos sustentáveis, pois, evidencia-se que os consumidores percebem a problemática ambiental, bem como influencia o poder de compra dos consumidores, assim como pode torná-los futuros consumidores verdes.

Biografia do Autor

Eliana Andréa Severo, Centro Universitário UniFBV

Doutora em Administração pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Professora do Mestrado Profissional em Gestão Empresarial (MPGE) do Centro Universitário UniFBV/Wyden em Boa Viagem, Recife - PE

Ádina Swanne Francelino Barbosa, Universidade Potigaur (UNP)

Graduada em Administração pela Universidade Potiguar (UNP).

Suzyanne Maria Mota, Universidade Potigaur (UNP)

Graduada em Administração pela Universidade Potiguar (UNP).

Marcelo de Brito Oliveira, Universidade Potigaur (UNP)

Graduado em Administração pela Universidade Potiguar (UNP).

Publicado
2020-04-24
Como Citar
SeveroE., Barbosa Ádina, MotaS., & OliveiraM. (2020). A Influência do Marketing Verde no Consumo Sustentável: uma survey no Rio Grande do Norte. Desenvolvimento Em Questão, 18(51), 268-280. https://doi.org/10.21527/2237-6453.2020.51.268-280
Seção
Artigos