Educação Profissional e Tecnológica para o Desenvolvimento Regional no Brasil: a atuação do Instituto Federal de Santa Catarina

  • Eliane Salete Filippim Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc)
  • Rafael Klein Moreschi Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc)
Palavras-chave: Educação Profissional e Tecnológica. Desenvolvimento Regional. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia.

Resumo

O objetivo deste artigo foi analisar a atuação dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia (IFs) e a sua aderência ao papel da Educação Profissional e Tecnológica (EPT) de promoção do desenvolvimento regional. Para tal foi utilizado, como recorte analítico, a região do Oeste de Santa Catarina, Sul do Brasil e, como foco, o estudo do caso do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), representado pelos três campi que constituíram as unidades de análise do estudo: Chapecó, São Miguel do Oeste e Xanxerê. Para efetivação da pesquisa foi adotada abordagem predominantemente qualitativa, valendo-se de investigação bibliográfica, documental e de campo (entrevistas, observação e questionários). A Análise de Conteúdo foi utilizada como técnica de análise e os dados foram triangulados entre si e cotejados com a teoria. Os resultados da pesquisa apontam que a atuação dos IFs os distancia do papel para o qual foram criados, reduzindo sua contribuição à qualificação de mão de obra para o mercado de trabalho, sobretudo, por meio da Educação Profissional Técnica de Nível Médio (EPTNM). Verificou-se também que a legislação educacional brasileira, inclusive o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) do IFSC, trata a EPT como importante política pública voltada ao desenvolvimento regional e do país. No entanto, a cultura interna da instituição, que tem suas raízes nos preconceitos históricos atribuídos a essa modalidade educacional no Brasil, não permite que o IFSC se consolide como ferramenta de aplicação dessa política pública.

Biografia do Autor

Eliane Salete Filippim, Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc)

Pós-doutora em Administração Pública e Governo na EAESP/FGV/SP (2009). Doutora em Engenharia de Produção e Sistemas pela Universidade Federal de Santa Catarina (2005). Professora e Pesquisadora da Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc) no Doutorado em Administração. Pesquisa focada em cooperação, com ênfase para a administração pública e para a gestão de pessoas. Membro da Diretoria da Sociedade Brasileira de Administração Pública (SBAP) em 2016/2018. Consultora externa da Capes para avaliação quadrienal e outras avaliações específicas. Líder do Tema 9: Teorias e Metodologias em Administração Pública, da Divisão de Administração Pública (APB) da ANPAD.

Rafael Klein Moreschi, Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc)

Mestre em Administração pela Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc). Servidor da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS).

Publicado
2020-05-20
Como Citar
FilippimE., & MoreschiR. (2020). Educação Profissional e Tecnológica para o Desenvolvimento Regional no Brasil: a atuação do Instituto Federal de Santa Catarina. Desenvolvimento Em Questão, 18(52). Recuperado de https://www.revistas.unijui.edu.br/index.php/desenvolvimentoemquestao/article/view/8419