CONTRIBUIÇÃO ROMÂNTICA À CRÍTICA DA CULTURA PUNITIVISTA NA CONTEMPORÂNEA SOCIEDADE CAPITALISTA

  • Breno Carraretto Coelho Faculdade de Direito de Vitória - FDV
  • Aloísio Krohling Faculdade de Direito de Vitória - FDV

Resumo

Este ensaio critica o atual estado do saber jurídico-penal dominante legitimador da barbárie em que se perfaz o sistema penal a partir das críticas do romantismo revolucionário, tratado por Michael Löwy e Robert Sayre na obra "Revolta e melancolia", apontando os diversos artefatos da sociedade capitalista industrial contemporânea que fundam uma cultura punitivista e impossibilitam um maior apego aos direitos humanos. A análise ainda tem como base a produção teórica de autores como Benjamin, Marx, Engels, Agamben, Anitua e Carvalho
Publicado
2018-04-20
Como Citar
CARRARETTO COELHO, Breno; KROHLING, Aloísio. CONTRIBUIÇÃO ROMÂNTICA À CRÍTICA DA CULTURA PUNITIVISTA NA CONTEMPORÂNEA SOCIEDADE CAPITALISTA. Revista Direitos Humanos e Democracia, [S.l.], v. 6, n. 11, p. 258-280, abr. 2018. ISSN 2317-5389. Disponível em: <https://www.revistas.unijui.edu.br/index.php/direitoshumanosedemocracia/article/view/6462>. Acesso em: 19 jun. 2018. doi: https://doi.org/10.21527/2317-5389.2018.11.258-280.